Instituto PsicoEthos
:: O Instituto >> Quem é Danuta D. Pokladek


  

Presidente do PsicoEthos - Instituto de Pesquisas da Existência e Práticas Terapêuticas, Mestre em Psicologia Clínica pela UMESP, Escritora e Psicóloga especializada em Análise Existencial, segundo a abordagem Fenomenológica. (ver currículum completo)

  

Um alerta:

  

Sabemos que tudo que existe no universo é constituído de minúsculas partículas  de matéria e energia, e que forças naturais atuam sobre essas partículas, aglomerando-as para formar tudo que existe.

Segundo Einstein, (1879–1955), matéria e energia são dois estados de uma mesma “substância quântica universal”. Assim sendo, os filósofos pré-socráticos afirmavam que tudo que existe deve provir de uma única fonte.

Hoje a Ciência e a Filosofia caminham juntas para desvendar o misterioso neutrino, a menor e a mais abundante partícula conhecida pela ciência.

Nós somos emissores dessas partículas, além de que elas parecem comportar-se ora como ondas, ora como partículas de acordo com as intenções do observador, fazendo com que ele observe aquilo em que acredita.

Este fenômeno faz-nos retornar ao conceito do ETHOS, que etimologicamente é uma palavra grega que significa hábito. Parece-nos que atualmente não nos empenhamos nos hábitos de cuidar de nós e do mundo. O grande exemplo foi o atentado no dia 11 de setembro.

É este o lugar que a fenomenologia recoloca as bases que assentam a ciência para rediscutir a postura filosófica adotada em perceber e compreender o mundo em que vivemos.

Se o ETHOS é um lugar onde os costumes e os hábitos tomam formas, a postura ética revela a maneira como uma pessoa ou uma coletividade se acostuma a viver ali.

Por serem repetitivos são chamados de hábitos e indica uma certa característica nossa, um caráter “nossa cara”.

Precisamos urgentemente inscrever a prática do nosso ETHOS fronte ao mundo humano, pois o verdadeiro cientista modifica o meio e a verdadeira ciência modifica o cientista.

Coragem é aceitar uma verdade que pode ainda não estar dentro de você.

Um dia, inexoravelmente, deixaremos de ser cientistas para tornarmos filósofos! E assim poderemos compreender...

O egoísmo parece estar impregnado em tudo o que existe no nosso universo.

O sábio, porém, reconhece que na alegria está a felicidade que tanto procura!   

  

Artigos no site:

 

§      Mergulhar no Mar da Humanidade

§      Medo - Compreensão e Enfrentamento

§      Como surgiu o movimento existencialista

  

Publicações:

 

1.       Cuidar do Humano: Experiências Terapêuticas e Seus Sentidos Existenciais

2.       História de uma Professora -  a autobriografia no processo psicoterápico

3.       Existência e Saúde

4.       A Fenomenologia do Cuidar